SAC (37) 3421-2825
Tudo que sua cooperativa precisa
Notícias Cooperativistas
Buscar Notícias
Como evitar contratempos com o cartão de crédito?
6 dicas e recomendações para fazer melhor uso do seu cartão de crédito.


Há quem acuse os cartões de crédito de representarem um risco para as finanças. Mas a questão é, na verdade, o uso que se faz desse instrumento financeiro. Afinal, se bem utilizado, o cartão de crédito pode, sim, ser um ótimo aliado do orçamento.

Para começar, uma das vantagens de optar pelo uso do cartão é a possibilidade de planejar-se melhor financeiramente. Pois, nos extratos e faturas, você já tem tudo registrado, um histórico detalhado de seus gastos, incluindo taxas, prazos, valor de parcelas, etc. Ou seja, é possível ter melhor noção de suas despesas e, assim, organizar e planejar melhor seu orçamento.

Além da praticidade e da segurança de não andar com dinheiro na mão, os cartões ainda oferecem vantagens extras como o acúmulo de pontos ou de milhas, a possibilidade de contratação de seguros, o uso em viagens ao exterior, etc.

A questão é que, para aproveitar melhor as vantagens do cartão de crédito, é preciso evitar algumas práticas comuns que podem levar a contratempos e despesas maiores. Veja só:

1 – Evite usar a função crédito para pagar contas fixas.

Usar o cartão de crédito para pagar contas como água, luz e telefone não é o ideal. Pois, para esse fim, costuma ser cobrada uma taxa que varia entre R$ 1,99 e R$ 15.

Usar o débito ou colocar as contas fixas em débito automático podem ser opções melhores, desde que você faça um acompanhamento constante de seus gastos, para não perder o controle do orçamento.


2 – Evite usar a função crédito para comprar medicamentos de uso contínuo.

Em compras recorrentes, como no caso dos medicamentos de uso contínuo, não costuma haver vantagem no parcelamento com cartão de crédito, somente o acúmulo de uma dívida que pode acabar se tornando uma bola de neve.

Por isso, o ideal é pagar no débito esse tipo de compra, já que ela terá que ser realizada novamente no próximo mês.


3 – Planeje-se para pagar sempre o total da fatura.

Quando você paga apenas o valor mínimo da fatura, entra no rotativo do cartão – uma modalidade de crédito que cobra altos juros. Assim, você pode acabar criando uma dívida de difícil quitação.

Para evitar isso, é extremamente importante ficar atento aos parcelamentos que você faz com seu cartão de crédito, tendo um acompanhamento contínuo de seus gastos e planejando-se para pagar sempre em dia suas faturas, com o valor total.


4 – Atenção ao(s) limite(s) do seu cartão.

Defina um limite para o seu cartão de crédito que caiba em seu bolso. De nada adianta ter um alto limite aprovado se não puder quitá-lo.

Caso seu limite esteja estourado ou fique sempre próximo disso, antes de pedir para seu gerente aumentá-lo, pode ser interessante reparar melhor em seus gastos e checar se não é possível reduzi-los ou adequá-los conforme seus objetivos.

Outra opção interessante para se organizar melhor é ter um cartão com limites inteligentes: um para compras de pequeno valor e outro para compras maiores, parceladas. O Sicoobcard é um exemplo de cartão que conta com essa funcionalidade.


5 – Não conte sempre com o limite do cartão como renda extra.

O limite do cartão não é uma extensão do seu salário. Na verdade, o seu salário deve dar conta do pagamento do cartão e das demais despesas. Quando você deixa de se planejar e passar a contar sempre com o limite do cartão para quitar as despesas, pode acabar perdendo o controle das finanças e criando dívidas.

“O limite pode ser usado como uma forma de complementar a renda só quando houver necessidade, se sua geladeira quebrar, por exemplo. Usá-lo sempre que acabar seu salário é perigoso, porque você compra além do que pode pagar”, explica a economista Marcela Kawauti, do SPC-Brasil.


6 – Atenção ao número de cartões que você possui.

Em geral, quanto mais cartões se tem, mais difícil é manter o controle das parcelas assumidas e dos compromissos a quitar. Por isso, é mais aconselhável concentrar os gastos em um só cartão do que ter vários.

Em alguns casos, como em alguns cartões de lojas, o consumidor ainda é obrigado a realizar o pagamento das parcelas no próprio estabelecimento, como forma de induzi-lo a novas compras. Então, fique atento a estratégias assim. Analise se o desconto oferecido pela loja é mesmo vantajoso a ponto de fazer um novo cartão.

De qualquer forma, a melhor estratégia é acompanhar todos os seus gastos com frequência, analisando seus extratos e planejando-se para realizar o pagamento total e em dia de suas faturas, além de aproveitar as vantagens do cartão para organizar melhor suas finanças e ter mais benefícios.
 
 
Fonte: Seu Dinheiro Vale Mais
Nossos Serviços
Site Administrável
SMS Marketing
Intranet Corporativa
Artes e Impressos
Mais Lida da Semana
Núvem de Tags
Intranet Interativa
Gráfica Sicoob
Sicoob Crediluz
Site para Cooperativas
Campanhas Sicoob
Sicoob
Traga sua cooperativa para o mundo digital de forma efetiva e com quem realmente entende de Marketing Cooperativista
Ainda em dúvida?
Clique aqui e solicite mais informações!
Rua Oito de Julho, 562 - 2º Andar - Centro - Luz/Minas Gerais
Telefone: (37) 3421-2825 - Suporte: (37) 9919-6885
Skype: icoopweb - Email: atendimento@icoopweb.com.br
Desenvolvimento Grupo Ágil Brasil